quarta-feira, 3 de março de 2010

"Espelho meu, espelho meu..."

Podes ter dinheiro, amigos e bens materiais e dizer que és feliz… mas só és verdadeiramente feliz quando aprendes a gostar de ti mesma!
Ou seja tens de ter, auto-estima!!!




~ vermichellex




Eu própria não tenho uma elevada auto-estima, mas já estive pior, muito pior: Não usava a roupa que gostava, tinha vergonha. Não era capaz de mudar, comprava coisas que gostava mas por mais que gostasse delas achava-me horrível quando as vestia.

O facto de ter uma maior auto-estima não vai mudar a tua maneira de ser, vais continuar a ser a mesma pessoa que sempre foste isso é algo que faz parte de ti e te torna única.

Mas a decisão ter maior auto-estima tem de partir de ti, por isso aqui ficam algumas dicas para te ajudar a sentires-te melhor contigo própria:


- Faz uma limpeza ao teu roupeiro, vê quais são as roupas que já não usas e dá-as a quem mais precisa. As outras, organiza-as à tua maneira para saberes sempre onde estão determinadas camisolas que gostas mais.
Não interessa se tens vergonha de usar determinada peça de roupa, tens que escolher o que usas em função daquilo que gostas e não vestires-te de forma a agradares os outros.

- Cada um é como é, e é único à sua maneira. Não tenhas medo de mostrares o teu verdadeiro eu, as pessoas vão gostar mais de ti quando és tu própria.

- Não tenhas medo de te ver ao espelho, porque a beleza é relativa, e o que é bonito para uns é feio para outros. E quase ninguém consegue ver a sua própria beleza o que é muito mau.

-Não tenhas medo de experimentar coisas novas, porque é com as experiências que uma pessoa fica a perceber aquilo que gosta e que não gosta, e é também um factor que ajuda a modelar a tua personalidade.

Não são muitas dicas, mas são aquelas que me têm ajudado. Admito: às vezes esqueço-me que as tenho que cumprir. Mas algo de que nunca me esqueço é que tenho que ser eu própria.

**





~ photosight

3 Opiniões:

Ana Catarina Gonçalves disse...

Uau, comecei a ler o post e a ver que era o espelho de mim há uns anos atrás. Admito que talvez não teria conseguido mudar por mim própria. Não sei se teria tido a força. O meu namorado ajudou-me imenso a ultrapassar tudo. Fez toda a diferença ver alguém gostar de mim, inside and outside, como eu não era capaz de gostar de mim mesma. Comecei a sentir-me mais confiante, a sentir que ao menos ele gostava de mim assim, que mais nada importava então. Cresci e agora gosto mais de mim. Não estou num estado de perfeita auto-estima e tudo é um mar de rosas. Ainda tenho os meus problemas. Mas ao menos já consigo sair à rua de top, já vou à praia com ele (que eu amo mais que tudo e nunca ia por vergonha).

Noto muito a diferença entre o antes e o depois deste pequeno aumento de auto-estima. Não consigo dizer melhor que aqui disseste: "só és verdadeiramente feliz quando aprendes a gostar de ti mesma! Ou seja tens de ter, auto-estima". Seriously girls out there, it's true...

Ana Catarina Gonçalves disse...

By the way, a ideia do blog está muito boa e original! Parabéns! ;)

innes disse...

Ana Catarina Gonçalves ~ obrigada :D o teu está lindo *-*

♥ volta sempre :)

Enviar um comentário